sábado, 5 de outubro de 2013

Me chamam de Estranha


Nem sempre eu fui assim "estranha", calada, antissocial, excluída. Sabe, pra falara verdade eu sempre fui uma pessoa comunicativa, divertida, até tinha amigas de verdade, podia ser considerada uma garota quase popular.
No ano de 2009, estava na 6º série do ensino fundamental. Lembro-me Como se fosse hoje, acordei cedo de tanta ansiedade, no primeiro dia de aula eu estava mais que feliz por ter uma das minhas amigas na mesma sala que eu.
Alguns meses se passaram, percebi que algo de errado estava acontecendo, pois sempre que eu entrava na sala de aula uma garota super popular e suas coleguinhas davam risadinhas e cochichavam coisas que não conseguia decifrar. Aquilo foi me deixando chatiada e constrangida, cada vez mais pessoa riam de mim e providência alguma era tomada, não entendia muito bem o que eu estava fazendo de errado que justificasse o que estavam fazendo comigo. Durante esse tempo fui perdendo amigos, me vi em meio a pessoas insensíveis e sem respeito com o próximo.
Fui motivo de piada por 2 anos da minha vida, a consequência é que  as vezes deixo de ser eu mesma, não tenho amigas, o sorriso que sempre esteve estampado simplesmente sumiu,hoje sou excluída ou considerada antissocial.
Mas se depois de tudo isso você ainda tem duvidas... Vou explicar melhor. O bullying me deixou assim, com medo de expressar minha opinião, dificuldade de mostrar quem sou e correr o risco de não ser aceita, prefiro permanecer invisível!
Talvez você não entenda, pode achar bobagem, mas o que era brincadeira pra mim era agressão, algo que jamais vou esquecer, por mais que eu queira.
Prazer me chamam de estranha!

5 comentários:

  1. Eu...Estou na mesma situação que você,além de estranha,me chamam de lesada tbm,a pessoa que me provocava mais foi defendida pela diretora da última vez que fui reclamar.

    ResponderExcluir
  2. Me resumiu... :( as vezes tudo o que eu queria era ser uma pessoa normal..

    ResponderExcluir
  3. Uma coisa que eu acabei aprendendo durante esse tempo é que cada um tem seu jeito de ser e por mais que falem, por mais que te julguem por ser como é não de bola para os comentários maldosos.
    Na maioria das vezes isso é apenas uma fase, então nada de achar que você é um patinho feio, pois se observar bem vai perceber que também há pessoas que te admiram por você ser exatamente assim!
    Beijos e obrigara pelos comentários.

    ResponderExcluir
  4. Me resumiu tb. Tenho 36 anos e na minha infancia e adolescencia era chamada de burra sempre. Na época nao existia o nome bulling, mas a característica era a mesma: usar termos que colocam a pessoa pra baixo. E hj colho os frutos disso. Me acho super burra e incapaz. Nao consigo sequer me comunicar direito pois acho que serei reprovada ou corrigida naquilo q vou falar... Sensacao de inadequacao que nao cabe dentro de mim. Acho q já virou depressao até...

    ResponderExcluir
  5. Me resumiu tb. Tenho 36 anos e na minha infancia e adolescencia era chamada de burra sempre. Na época nao existia o nome bulling, mas a característica era a mesma: usar termos que colocam a pessoa pra baixo. E hj colho os frutos disso. Me acho super burra e incapaz. Nao consigo sequer me comunicar direito pois acho que serei reprovada ou corrigida naquilo q vou falar... Sensacao de inadequacao que nao cabe dentro de mim. Acho q já virou depressao até...

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

-Comentários ofensivos serão excluídos;
-Deixe o link do seu blog;
-Responderei todos os comentários com carinho.

Obrigada pela visita e volte sempre!